Escrito por Enilda Falcão Lins    Dom, 03 de Novembro de 2013 18:43
PDF
Crescendo a cada dia
Tamanho da Fonte

Tiago: 1. 21-27


“Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei com mansidão a Palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar as vossas almas.” Tg. 1:21.

A vida cristã não é estática, isto é, não significa que eu fui salvo e agora estou pronto, não preciso fazer mais nada! Não! A vida cristã deve ser sempre crescente. Gosto muito de dizer que nenhum crente atinge o grau de “doutorado” na vida cristã, pois, a cada dia, devemos subir um degrau na vida de santidade e conhecimento de Jesus, sendo, desta forma, moldados à Sua imagem. Em que consiste o crescimento espiritual?  Trata-se de um processo pelo qual nos tornamos mais e mais parecidos com Jesus Cristo. Este deve ser o nosso alvo maior. Quando entregamos a nossa vida a Jesus, o Espírito Santo inicia este processo a fim de que nos “conformemos” à Sua imagem. Em II Pedro 1:3-8, lemos que pelo poder de Deus Ele “...nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. E vós também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência a temperança, e à temperança a paciência, e à paciência a piedade, e à piedade o amor fraternal, e ao amor fraternal a caridade. Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, não vos deixarão ociosos nem estéreis no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.”

 



Observemos algumas formas como podemos alcançar este crescimento diário:

1 - Considerando atentamente a Palavra de Deus.

 

A Bíblia é a nossa regra de conduta e fé. É o livro do Construtor, o Manual da Vida Cristã. Em Tiago 1:21 , o Apóstolo Paulo nos exorta dizendo que devemos nos despojar de toda impureza e acúmulo de maldade, pois este era o modo antigo como vivíamos, antes de entregar a nossa vida a Jesus. Como podemos fazer isso? “acolhendo com mansidão a Palavra”. Aceitando seus ensinos, haja vista que ela é a Verdade e é quem vai mostrar como devemos nos portar em relação ao nosso próximo, e como conduzir a nossa vida.

2- Não sendo ouvinte negligente da Palavra.

É muito comum ouvirmos alguém dizer que o que ela ouviu, entrou por um ouvido e saiu por outro. Essa é a característica do ouvinte negligente da Palavra de Deus. Às vezes ele até se emociona com a Palavra, mas não a pratica jamais. Muitos vão aos cultos, cantam, oram, parecem estar ouvindo a ministração da Palavra, mas estão ali com o pensamento vagando por outros locais, estão presentes de corpo, mas ausentes no espírito, e tudo quanto lhes é ministrado não é absorvido, não é aproveitado para ser colocado em prática no viver diário.  Tiago chama a nossa atenção para que ouçamos a Palavra com zelo e cuidado, levando a sério seus ensinamentos, e praticando-os no dia a dia.

3 - Perseverando na Palavra.

Isso significa ter constância na prática dos seus ensinos, e isso só é possível quando, diariamente, nos alimentamos da Palavra de Deus, e quando a lemos com atenção, fazendo reflexões, exames introspectivos, e procurando aplicá-la à nossa vida. É assim que podemos perseverar na Palavra. Muitas pessoas leem a Bíblia automaticamente, sem uma meditação, sem procurar memorizá-la, sem procurar guardá-la no coração. O salmista exclamou: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” Sl. 119.11.

Infelizmente, muitos cristãos não estão separando um momento por dia para lerem e estudarem as Escrituras. Deixam, pois, de buscar na Bíblia, palavras preciosas de vida, de sabedoria. Hoje em dia muitas pessoas estão em busca de um Evangelho fácil, de bênçãos imediatas e de prosperidade. Observamos que as classes das Escolas Bíblicas Dominicais estão cada vez menos frequentadas, mais vazias. Sem o estudo dedicado da Bíblia, fica muito difícil crescermos espiritualmente, e, consequentemente, nós ficamos sem saber como conduzir nossas vidas de acordo com o que Deus deseja de cada um dos seus filhos. Sendo assim, acabamos perdendo os referenciais do que é certo e agradável perante Deus e o nosso próximo.

Desejar guardar a Palavra no coração significa que ela é muito importante e essencial para nossa vida, e que temos consciência do valor e do efeito que isto causará em nosso crescimento espiritual diário. Sem um conhecimento mais profundo da Palavra, nossa intimidade com Deus também se torna superficial, e ainda correremos o risco de sofrer um esfriamento espiritual, nos tornando presas fáceis para o inimigo de nossas almas.

4 - Sendo operoso praticante.

Finalmente, para que possamos desenvolver a nossa vida cristã de forma produtiva, devemos ser operosos praticantes da Palavra de Deus. Isto significa levar a Palavra de Deus a sério, praticá-la no dia a dia, mesmo que seja muito difícil. Sei que vez por outra estaremos escorregando, derrapando e até mesmo caindo, mas, nunca devemos desanimar, e nem perder a esperança de alcançar o tão almejado alvo de sermos cada vez mais parecidos com Jesus. No Salmo 37.23-24, lemos: "Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho. Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o SENHOR o sustém com a sua mão". Quando seguimos a Jesus, podemos ser atirados ao chão por um ataque do inimigo. Muitas coisas que nos deixarão abalados podem acontecer na nossa vida, como a morte de uma pessoa querida, ou perda do emprego, ou podemos ser acometidos por uma enfermidade que nos deixa correr o risco de perigo de morte. Podemos ser desanimados por uma queda no pecado, entretanto, uma coisa é cair e outra, completamente diferente, é desistir. Basta que nos levantemos de novo, reafirmemos a nossa fé em Cristo, e continuemos a servi-lo, procurando ser mais vigilantes, e, desta forma, não ficaremos prostrados.

Os quatro aspectos citados são de fundamental importância para que possamos crescer espiritualmente e, como consequência, desenvolver uma renovação diária em nossa alma, pois muito bem afirma o texto lido que a Palavra que em nós foi implantada é “poderosa para salvar as vossas almas.” Salvar a alma aqui no texto significa renovar a alma.

Para o crente que assim procede, há uma promessa: “esse será bem-aventurado no que realizar.” Tg. 1:25.

Reflexão: "Quando ocorre a transformação da salvação, começa o crescimento espiritual. O Santo Espírito vem habitar em nós (João 14:16-17). Somos novas criaturas em Cristo (II Coríntios 5:17). A velha natureza é substituída por uma nova (Romanos capítulos 6 e 7). O crescimento espiritual é um processo que ocorre durante toda a vida, conforme estudamos e aplicamos a Palavra de Deus (II Timóteo 3:16-17), e andamos segundo o Espírito (Gálatas 5:16-26). Conforme buscamos o crescimento espiritual, podemos orar a Deus, pedindo a Ele por sabedoria nas áreas onde Ele deseja que nós cresçamos espiritualmente. Podemos pedir a Deus eu nos ajude a aumentar nossa fé e conhecimento sobre Ele. Deus deseja que nós cresçamos espiritualmente. Deus nos deu tudo do que precisamos para experimentar crescimento espiritual. Com a ajuda do Espírito Santo, podemos vencer o pecado mais e mais, e firmemente nos tornarmos mais e mais como nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo." Amém!

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...