Escrito por Enilda Falcão Lins    Qua, 09 de Outubro de 2013 15:49
PDF
Grande é o Senhor, e digno de todo louvor!
Tamanho da Fonte

Salmo 48

“Porque este Deus é o nosso Deus para sempre; Ele será o nosso guia até a morte.” V.14.

O Salmo que escolhemos para a meditação de hoje nos incentiva a louvar a Deus, quando nos versículos 1 e 2 lemos: “Grande é o Senhor e digno de todo louvor na cidade de nosso Deus Seu santo monte, belo e majestoso, é a alegria de toda terra.”  Só Ele é digno de todo o nosso louvor. Quando nos prostramos diante d’Ele em louvor, o fazemos em reconhecimento por tudo quanto tem feito por nós. O louvamos por seus feitos poderosos.

Tantos são os motivos que temos para louvar ao Senhor! Entre tantos, podemos destacar que Ele é a nossa proteção – Deus tem nos guardado dia a dia. Quantas vezes somos ameaçados pelo inimigo de nossas almas, e Deus comanda seus anjos para nos proteger! No Salmo 46.1, lemos: “Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade.” Ainda no mesmo Salmo lemos: “O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é a nossa torre segura”. (v.7). No Salmo 48.3, lemos que “Nas suas cidadelas Deus se revela como sua proteção”. Que maravilha poder contar com a proteção de Deus! Quantos livramentos Ele nos tem dado! Este, pois, é um motivo para louvarmos ao nosso Deus todos os dias.

 



Outro motivo que temos para louvar a Deus é que Ele nos cura. Quantos depoimentos temos ouvido de pessoas que foram agraciados com a cura de enfermidades! A Bíblia é repleta de narração de casos de pessoas que foram curadas. Em 2º Reis 20. 1-11 lemos sobre a doença mortal que acometeu o Rei Ezequias e, como o rei se quebrantou diante de Deus, e recebeu do Senhor a cura, com a promessa de mais 15 anos de vida. Em Marcos 5 , lemos o relato de algumas pessoas que foram curadas, como a mulher que há cerca de 12 anos vinha sendo acometida de uma hemorragia, e, quando em um rasgo de fé, tocou nas veste de Jesus, foi curada. Jesus disse àquela mulher: “Filha, a sua fé a curou”. (v. 34). No mesmo capítulo lemos sobre a cura da filha de Jairo. Jesus vendo a sinceridade, a aflição e a fé daquele homem, disse: “Não tenha medo; tão-somente creia”. E aquele homem creu, e sua filha que já estava morta reviveu. Quantos casos podemos narrar nos dias atuais! Com certeza você que está lendo esta meditação, tem conhecimento de alguns casos de cura e, ou até tenha acontecido com você mesmo. Mais um motivo de louvarmos a Deus, pela cura que Ele nos proporciona.

Ele nos dá o suprimento. Quantas pessoas já passaram por experiências extraordinárias de estarem sem mantimentos, ou desempregados, ou necessitando de comparar um remédio caro e não tendo recursos Deus levanta alguém para abençoar, levando o alimento, abrindo portas de emprego, enviando o dinheiro do remédio... Em 2º Reis 4, lemos sobre “O Milagre do Azeite”. A história da viúva que estava endividada, passando fome com seus dois filhos, e como através do Profeta Eliseu, Deus proveu o sustento daquela mulher e dos seus filhos.

Poderíamos dizer vários outros motivos que temos para louvar a Deus, por seus feitos poderosos, mas, o mais importante de todos, é que Ele nos dá a salvação, através de Jesus Cristo o Seu Filho. Portanto, Ele nos dá a salvação da condenação eterna. Não poderia deixar de citar aqui João 3.16: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para o que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. Que maravilha o amor de Deus! Louvemos, pois, ao Senhor Deus por tão grande salvação!

Reflexão: Quando somos levados a louvar a Deus, o fazemos também no sentido de testemunhar às pessoas, aos nossos familiares, nossos amigos e irmãos, os grandes feitos do Senhor sobre nossa vida. No final do Salmo 48 lemos: “... para que vocês falem à próxima geração que este Deus é o nosso Deus para todo o sempre; ele será o nosso guia até o fim”. (VS 13-14 – versão NVI). Grande é o Senhor, e digno de todo o louvor! Amém!

 

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...