Escrito por Enilda Falcão Lins    Sex, 04 de Outubro de 2013 11:32
PDF
Quatro maneiras como Deus pode falar conosco
Tamanho da Fonte

Provérbios 28. 9-14

“O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei até a sua oração será abominável. O que encobre as suas transgressões, nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. Bem aventurado o homem que continuamente teme ao Senhor, mas, o que endurece o seu coração virá a cair no mal.” Provérbios 28.9,13 e14.


Enquanto estivermos vivendo no mundo, sempre existirá uma possibilidade de cairmos em pecado, pois, o inimigo não fica sossegado e, procura a todo custo fazer o discípulo de Jesus sucumbir às tentações. Daí a necessidade de estarmos atentos ao que o Senhor nos fala no nosso dia a dia, e Ele nos fala de várias maneiras, senão vejamos:



1.   Através do Espírito Santo que habita em nós. Quando Jesus subiu aos Céus para estar junto do Pai, deixou conosco o Espírito Santo, o Consolador. E o Espírito Santo além de realizar Seu ministério da consolação, do conforto, entre outros ministérios, Ele nos gu ia, nos dirige. Em João 16.13 lemos: “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele nos guiará em toda a verdade”. É necessário que estejamos submissos à vontade de Deus, para que o Espírito Santo possa nos guiar. É necessário que em nosso interior estejamos em quietude, para que possamos escutar a Sua voz.

O Espírito Santo também atua na nossa consciência. Estarmos atentos e sensíveis a essa direção do Espírito Santo é muito valioso e de fundamental importância para nossa vida.  Quando tomamos a direção errada o Espírito Santo vem e fere a nossa consciência, tira nossa paz, nos deixa em agonia. Estar atentos a esses alarmes evita que caiamos em abismos profundos.

2.   Através da Bíblia, a Sua Palavra. Quando lemos a Palavra de Deus, o Espírito Santo cuida de tirar as vendas dos nossos olhos, nos dando entendimento e compreensão para o texto que estejamos lendo. Quando nos desleixamos em ler a Bíblia, deixamos de receber a orienta ção de Deus contida em suas páginas. Nossos passos se tornarão trôpegos, incertos e, caminharemos para o fracasso. O texto em destaque diz: “O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei até a sua oração será abominável “ – Provérbios 28.9. Perdemos então aquele contato gostoso com o Pai, aquele momento de intimidade quando Ele nos ouve, e quando nós nos quedamos aos Seus pés para ouvir a Sua voz.

3.   Através de pessoas. Davi havia cometido um grave pecado, e Deus usou Natã para mostrar a sua transgressão. Quantas vezes estamos procedendo de maneira errada, de uma forma que não agrada a Deus, e Ele então levanta alguém, dirigido pelo Espírito Santo, para nos ad vertir! E quando isto acontece não devemos nos aborrecer com essas pessoas, mas, devemos dar louvores a Deus Poe esses mensageiros que vieram da parte d’Ele para nos ajudar.

4.   Através das circunstâncias. Quantas vezes o Senhor permite que sejamos acometidos de enfermidades graves, ou que passemos pela dura provação de um desemprego, ou soframos um desastre, ou a morte de um ente querido, ou seja, permite que passemos por grandes lutas e di ficuldades! Através desses acontecimentos Ele está querendo nos falar. É como se estivesse nos sacudindo, para que possamos despertar da letargia espiritual que estamos vivendo.

Através de todas estas formas, Deus pode nos falar, sempre se faz presente a atuação do Espírito Santo, pois, Ele é que nos convence do pecado, da justiça e do juízo, a fim de que possamos retroceder, possamos voltar da direção errada que tomamos e, acertemos novamente nossos passos no caminho da retidão.

Reflexão: Feliz o homem que dá ouvidos à voz do Senhor, à orientação do Espírito Santo. Em Provérbios 28.14 lemos: “Como é feliz o homem constante no temor do Senhor! Mas quem endurece o c oração cairá na desgraça.”. Não desprezemos, pois, as mais simples circunstâncias, a mais leve dor de consciência, a palavra de um amigo, muito menos, abando nemos a leitura e meditação da Palavra de Deus, pois, através dessas coisas, Deus está nos falando. Pensemos nisso! Amém.

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...