Escrito por Enilda Falcão Lins    Ter, 01 de Outubro de 2013 11:23
PDF
O perigo da motivação errada
Tamanho da Fonte

João 5.39-40.

“Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito; contudo, vocês não querem vir a mim para terem vida”. João 5.39-40.


No texto em destaque podemos observar Jesus advertindo aos judeus, pela forma como se detinham estudando as Escrituras. Estudavam cuidadosamente, entretanto, com uma motivação errada. Eles julgavam que lendo as Escrituras encontrariam a vida eterna, quando em verdade, a vida eterna está em Jesus. Quando O recebemos como Senhor e Salvador, encontramos a verdadeira vida eterna. As Escrituras se encarregam de testemunhar de Jesus, de fazer conhecidas Suas obras e, manifestar quem Ele é, o Filho do Deus Altíssimo, o Salvador do mundo.

 



Hoje estamos vivendo dias que se aproximam do Natal, data em que a humanidade cristã comemora o nascimento de Jesus, mas, a maioria celebra esta data com motivações erradas também. Para alguns o Natal é um dia em que se celebra o nascimento do Salvador o Salvador e Senhor, e celebram com os corações repletos de gratidão de louvor e adoração; entretanto, outros celebram a data entendendo que o Aniversariante foi um grande expoente da história, mas, não o considera o Salvador do mundo; e outros ainda comemoram o Natal como sendo época de ganhar presentes, de grandes comemorações e confraternizações, é o Natal do papai Noel, das renas, das árvores enfeitadas e cheias de presentes...

Motivações erradas nos distanciam da verdade. Motivações erradas nos conduzem a caminhos também errados e, cegam nossos olhos, da mesma forma como os judeus a quem Jesus se refere nos texto que estavam cegos. Tinham todo o esmero em estudar as Escrituras, eram exigentes, rigorosos na letra da lei, e, eles achavam que cumprindo os mandamentos e rituais ali existentes, encontrariam a verdadeira vida eterna.

Estudar com cuidado as escrituras é necessário e devemos fazê-lo. Ter intimidade com a Palavra, lendo-a diariamente, não com um mero motivo religioso, ou para ficar com a consciência tranquila, ou por achar certos textos lindos, como alguns que têm preferência por determinados livros, como Salmos e Provérbios, se apegando apenas à leitura desses, desprezando os demais.

É necessário que examinemos as Escrituras, porque através da leitura cuidadosa, vamos conhecer o protagonista da história ali narrada, haja vista que a Bíblia nos apresenta Jesus do Gênesis ao Apocalipse. Ela nos contas o porquê d’Ele ter vindo ao mundo, a forma divina como foi concebido, seu nascimento, sua vida tão curta, mas, marcante, seu ministério, sua morte, sua ressurreição e, finalmente a sua segunda vinda para arrebatar a Sua igreja. Ela nos mostra o caminho da salvação e o próprio Jesus foi quem disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida e, ninguém vem ao Pai a não ser por mim.” (João 14.6).  Jesus disse àqueles judeus: “contudo, vocês não querem vir a mim para terem vida”. João 5.40. A vida eterna só em Jesus Cristo.

Quando contemplamos Cristo pela revelação da Palavra, fruto de um exame cuidadoso, como resultado, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem como podemos ler em 2 Co 3.14-18. Somente assim, o véu da religiosidade se rasgará e será removido, e passaremos a contemplar a sua glória e a cooperar, de verdade, com seus objetivos na Terra.

Reflexão: Será que estamos examinando as Escrituras com a motivação certa, procurando conhecer a Jesus, tê-lo como nosso Salvador pessoal, conhecer seus mandamentos e cumpri-los, na condição de filhos obedientes? Apenas examinando as Escrituras com a motivação certa é que podemos conhecer os propósitos de Deus para nossa vida. Ela nos conduzirá à vida eterna através de Jesus. Que possamos examinar as Escrituras diariamente, com cuidado, diligência, meditação e oração, com a motivação certa , para que possamos usufruir tudo o que Deus preparou para nós e que está nela registrada, a vida eterna através de Jesus Cristo, nosso Salvador e Senhor. Amém!


 

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...