Escrito por Enilda Falcão Lins    Dom, 22 de Setembro de 2013 05:22
PDF
Buscando ajuda com a pessoa certa
Tamanho da Fonte

Salmo 25.

“Mostra-me, Senhor os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas; guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo.” Salmo 25. 4-5.

Estamos vivendo dias bastante difíceis, complicados, que exigem de nós tomadas de posições, decisões, e muitas vezes nos sentimos confusos, sem saber o que devemos fazer. Há aqueles que procuram ajuda com os amigos, se aconselham com eles, e, nem sempre são pessoas idôneas para dar uma direção certa; outros consultam o horóscopo, ainda há aqueles que procuram os adivinhadores, ainda há os que resolvem fazer tudo o que dá na cabeça e, finalmente, há aqueles que sabiamente preferem consultar ao Senhor, assim como fez Davi nest e salmo em meditação. Ele passava por momentos difíceis, estava muito angustiado, mas, sem hesitar exclamou: "A ti, Senhor, elevo minha alma. Em ti confio ó meu Deus" (Sl 25.1.2 - NVI).

Davi por experiência própria sabia que podia confiar em Deus e que não seria envergonhado, não seria decepcionado. Então ele pede ao Senhor: “Mostra-me, Senhor os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas; guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo.” Salmo 25. 4-5. Ele usou duas palavras chaves: “verdade” e “Salvador”. Em João 8.32 Jesus disse: "E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará". Davi entendia muito bem que a verdade vinda de Deus é capaz de salvar, de libertar. Jesus também disse: “Eu sou o caminho, a      verdade e a vida, ninguém vem ao Pai a não ser por mim”. Podemos observar, pois, que Davi tomou a decisão certa quando procurou Deus para lhe mostrar Seus caminhos, que o conduziria à salvação, à libertação, à vitória. Somente Deus pode fazer conhecido, pode revelar seus caminhos, pois eles são inescrutáveis, como lemos em Romanos 11 .33: "Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!".

 

 

O salmista também lembrou a Deus que Ele era compassivo e misericordioso e pediu para que se esquecesse dos seus pecados da juventude. Sim, verdadeiramente Deus é compassivo e misericordioso para conosco. Quantas vezes procedemos mal, merecemos ser disciplinados, mas, o Senhor compassivamente fica aguardando que nos voltemos para ele com corações arrependidos e, quando assim agimos, prontamente Ele nos recebe em seus braços de amor! Gosto muito de ler Lamentações de Jeremias 3 . 21-23, que diz: “Todavia, lembro-me também do que pode me dar esperança: Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam -se a cada manhã; grande é a sua fidelidade!”. Davi também disse: “... e a minha esperança está em ti o tempo todo.”.

Vale lembrar que Davi tinha um relacionamento íntimo com Deus. Era um homem que se preocupava em buscar ao Senhor dia a dia. Observemos que ele mesmo angustiado não deixava de louvar ao Senhor. Nos versos de 8 a 14 ele exalta e engrandece o nome do seu Deus. O mesmo Davi disse: “Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca”. (Salmo 34:1). É assim que devemos agir quando somos sobressaltados pelos problemas, por mais graves que sejam, colocando nossa fé em ação, depositando nossa confiança e esperança somente no Senhor, sem esmorecer, com louvor, o que fará com que eles, os problemas, sejam dissipados, se diluam como a n eblina, pelo impacto da majestade, do amor e da miseri córdia de Deus.

Reflexão: Estamos procurando ajuda no lugar certo? Com a pessoa certa? Davi disse: “Os meus olhos estão sempre voltados para o Senhor, pois só ele tira os meus pés da armadilha”. Salmo 25.15. Na versão da Bíblia “A Mensagem”, lemos: “Se eu mantiver os olhos no Eterno, não tr opeçarei nos próprios pés”. Em Isaias 45:22 Deus diz: “Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro”. Ser salvo é o mesmo que ter os pés tirados da rede, da armadilha.  Que esta seja a nossa posição também, mantendo os nossos olhos fitos no Altíssimo, buscando Sua ajuda e orientação e, com certeza venceremos todas as investidas do maligno contra nossa vida, todas as batalhas que surgirem em nosso caminhar diário. Amém?

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...