Escrito por Enilda Falcão Lins    Seg, 16 de Setembro de 2013 17:24
PDF
Forças para enfrentar o sofrimento
Tamanho da Fonte

Colossenses 1 .11

“Pedimos a Deus que vocês se tornem fortes com toda a força que vem do glorioso poder dele, para que possam suportar tudo com paciência”. Colossenses 1 .11

Em Lucas 8 .43-48, lemos a história de uma mulher que enfrentava um sério problema de saúde, padecia de uma hemorragia há cerca de 12 anos. Ela já estava chegando ao seu limite. Devia estar se sentindo muito fraca, pois, continuamente sofria com o problema da perda de sangue. Aquela senhora já havia gastado tudo o que possuía com médicos, e ninguém conseguia curá-la. Certo dia ela tomou conhecimento que Jesus estava passando pela região onde ela morava. O coração dela encheu-se de ânimo e de esperança. Bem lá dentro do seu coração ela sabia, que se apenas tocasse nas vestes de Jesus ficaria curada, tamanha era a sua fé. Aquela mulher encheu-se de coragem, enfrentou uma grande multidão, foi empurrada de um lado para outro, mas perseverou e foi até o fim, em busca do seu objetivo. Ah, aquela mulher já havia suportado pacientemente seu sofrimento, alimentando em seu coração a esperança da cura! Agora sentia em seu coração que seria sua última oportunidade, e não podia deixar que ela passasse.

Depois de muito esforço a mulher conseguiu alcançar o Mestre Jesus, e, num rompante de fé, tocou em Suas vestes e foi imediatamente curada. Posso imaginar o quanto aquela mulher ficou feliz! Quando estamos cheios da fé que cura, sentimos de imediato seu efeito e é gerada em nosso coração a certeza de que se procedeu a cura em nosso corpo físico. Sendo assim, valeu a pena seu esforço, bem como ter colocado em prática a sua fé.


Jesus disse certa feita: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. João 16:33. Foi como estivesse dizendo que nós venceríamos as aflições com sua força e poder. Deus nunca nos prometeu uma vida fácil. Ele nunca nos prometeu que não mais sofreríamos problemas na vida. Ele não nos promete que nos livrará das aflições, mas que ele fará com que as aflições que nos acometem todos os dias não cheguem a nos derrotar emocionalmente, a fracassar na fé, a viver uma vida derrotada. Entretanto, para que a vitória chegue e que não sejamos sucumbidos pelas aflições é necessário que nos entreguemos totalmente aos Seus cuidados, confiando n’Ele integralmente. Temos que entregar a nossa vida para Jesus e o deixar lidar com cada situação difícil, com cada tribulação que chega à nossa vida. Se estivemos sofrendo com algum problema, com uma enfermidade que parece nos trazer risco de morte, ou mesmo uma enfermidade que nos traz incômodos, nos deixando com péssima qualidade de vida, ou quando enfrentamos a morte súbita de um ente querido, ou talvez uma situação aflitiva de desemprego, etc, Deus está nos pedindo que entreguemos o nosso problema a Ele. Por que não fazermos como aquela mulher que sofria de uma hemorragia intermitente? Vamos com toda fé nos entregar aos cuidados do nosso querido Jesus, e veremos que Ele não falha e nem nos decepciona nunca!

No texto em destaque, Paulo diz que Deus nos dá o poder para vencermos qualquer coisa, seja qual for o problema, por mais difícil, complicado, doloroso e impossível que pareça. Quando nos entregamos confiantemente ao Senhor, começamos a receber o Seu poder, e, este poder nos dará capacidade de suportar com paciência a aflição, seja qual for, e, inclusive gerará em nós uma total dependência d’Ele, e sendo assim, permitiremos que Ele conduza tudo conforme a Sua prefeita vontade. Deus pode todas as coisas. Ele pode nos dar total livramento, a cura plena, o consolo para nosso coração entristecido, a solução para cada problema.

Há um hino no Cantor Cristão que diz:

Vindo sombras escuras nos caminhos teus, Oh, não te desanime! Canta um hino a Deus! Cada nuvem escura um arco-íris traz, quando em teu coração reinar perfeita paz.

Se teu coração estiver em paz, bem contente, alegre sempre te acharás. Se teu coração estiver em paz, verás que um arco-íris cada nuvem traz.

Se o viver é de lutas, cheio de amargor mostra afeto aos aflitos, age em seu favor, e de tudo o que sofres tu te esquecerás; fruirás gozo e calma, se tiveres paz.

Se teu coração estiver em paz, bem contente, alegre sempre te acharás. Se teu coração estiver em paz, verás que um arco-íris cada nuvem traz.

Vem após negra noite a aurora matinal; fica o céu mais brilhante após o temporal! A esperança não percas, tudo vencerás! Fugirão as tristezas, se tiveres paz.

Se teu coração estiver em paz, bem contente, alegre sempre te acharás. Se teu coração estiver em paz, verás que um arco-íris cada nuvem traz.

Depois que a tempestade passar, depois de enfrentarmos dias difíceis, o arco-íris vai aparecer, nosso coração ficará transbordante de alegria.  Importante é salientar que a diferença está no que fazemos durante a tempestade. Será que estamos nos encolhendo com medo? Estamos nos lamuriando? Estamos revoltados? Ou será que estamos confiantes, com o coração gozando da paz que vem de Deus, embora estejamos enfrentando as piores tribulações? Cheios do poder de Deus, temos condições de passar as tribulações com ânimo, esperança e fé. Sem esse poder de Deus, a nossa tendência como humanos e frágeis que somos, é de ficarmos abatidos, depressivos, desanimados e sem esperança.

Reflexão: Paulo era bastante conhecedor do assunto “perseverança ante a tribulação”, senão vejamos: Ele apanhou muitas vezes, naufragou, foi mordido por uma víbora venenosa, foi algemado e colocado na cadeia, e outras coisas mais. Ele passou por duras experiências na vida, entretanto, Paulo conseguiu passar por todas aquelas aflições, com uma atitude de paciência e de perseverança. Mesmo diante de problemas graves, ele possuía alegria no coração, tanto é que o próprio Paulo disse: “Tenham sempre alegria, unidos com o Senhor! Repito: tenham alegria!” – Filipenses 4 .4. Ele ainda disse: “... Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação... Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação”. – Filipenses 4 .12. Portanto, para enfrentarmos o sofrimento, Deus nos dá força e poder. Pense nisso!

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...