Escrito por Enilda Falcão Lins    Dom, 15 de Setembro de 2013 13:46
PDF
Quando eu tenho que enfrentar uma batalha
Tamanho da Fonte

Jeremias 1 .19

Eles não o derrotarão, pois eu estarei ao seu lado para protegê-lo. Eu o Senhor, falei”. Jeremias 1 .19.

A vida é assim: Acordamos a cada manhã, tomamos o café matinal, saímos para o trabalho, voltamos para casa, vamos dormir, e no outro dia tudo começa novamente, e assim vamos vivendo a vida, sem maiores problemas que os normais do cotidiano. Repentinamente recebemos a notícia de que um ente querido faleceu, ou recebemos um diagnóstico nada favorável, ou recebemos uma carta de demissão do trabalho, tantas coisas desagradáveis e inesperadas eu poderia enumerar aqui... Parece que o mundo vai desabar sobre nossa cabeça... O que antes era paz, agora passou a ser guerra. Se antes estávamos tranquilos, agora passamos a sentir angústia. Logo nos vem à cabeça a pergunta: E agora, o que será de mim?

Estive refletindo em certas pessoas que não tem uma comunhão íntima com o Pai, que não têm a alegria de ser um discípulo de Jesus, mas, quando recebem uma notícia ruim, sofrem o baque do momento, mas, logo depois reagem de forma positiva, não deixando se abater, não se permitindo desabar ante a batalha que terá de enfrentar nos dias vindouros. E nós que temos a certeza do amor cuidadoso de Deus por nós, como estamos reagindo às notícias ruins que nos chegam? Alguns ficam deprimidos, apavorados, sentem-se perdidos, e parecem ter esquecido tudo o que a Palavra nos ensina a respeito do amor e do cuidado de Deus para com seus filhos.

É por este motivo que é importante nos dedicarmos à leitura da Palavra todos os dias, assim, não perderemos a sintonia com o Pai, e a certeza de que Ele tem cuidado de nós. Temos que nos conscientizar de que o Senhor é a nossa força. Ele luta as nossas batalhas. Ele não está de olhos fechados para não nos ver, muito ao contrário, Ele está atento a tudo quanto nos acontece. O Salmo 121. 4-5,7 diz: “O protetor do povo de Israel nunca dorme, nem cochila. O Senhor guardará você; ele está sempre ao seu lado para protegê-lo. O Senhor guardará você de todo o perigo; ele protegerá a sua vida.”

Quando temos que enfrentar alguma batalha, temos que entender que tudo passou pela vontade permissiva de Deus, pois, ele tem propósitos para nossa vida. Está bem claro em Romanos 8 .28, que diz: “pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano.” Ele está sempre nos falando através de cada acontecimento. Pode ocorrer d’Ele estar nos disciplinando pela rebeldia dos nossos corações, ou pode estar moldando o nosso caráter para que pareçamos cada vez mais com o Seu Filho Amado, Jesus.

Como devemos reagir quando somos surpreendidos por uma batalha? Sem dúvida alguma, deixando que o nosso General esteja no comando da batalha. Ele prometeu lutar por nós. Em Êxodo 14.14 lemos: “Vocês não terão de fazer nada: O Senhor lutará por vocês.” Da mesma forma como Deus lutou pelos Israelitas quando eles estavam sendo ameaçados de morte pelos egípcios, por ocasião da travessia pelo Mar Vermelho, da mesma forma Ele lutará por nós. O texto em destaque de hoje nos deixa bem claro esta assertiva, senão vejamos: “Eles não o derrotarão, pois eu estarei ao seu lado para protegê-lo. Eu o Senhor, falei”. Jeremias 1 .19.

 

Clame ao Senhor e diga como Davi: “Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em ti procuro segurança! Nas sombras das tuas asas eu encontro proteção até que passe o perigo. Eu chamo o Deus Altíssimo; eu chamo a Deus, que me ajuda em tudo. Do céu, ele me responderá e me salvará; ele derrotará os que me atacam. Deus me mostrará o seu amor e a sua fidelidade.” Salmo 57. 1-3.

Outra forma como devemos reagir é louvando ao Senhor. Davi sabia tanto o que era enfrentar batalhas, e disse com muita propriedade: “Louvarei ao Senhor em todo tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca.” Salmo 34.1. O louvor libera poder. Vai gerar em nós pensamentos de fé, de otimismo, de confiança, de esperança, de certeza de que Deus está lutando e cuidando de nós.

Finalmente, permita que seu coração fique firme assim como fez Davi, quando disse: “O meu coração está firme, ó Deus, bem firme; eu cantarei hinos em teu louvor. Acorde, meu coração! Minha harpa e minha lira acordem! Eu acordarei o sol. Senhor, eu te darei graças...”. Salmo 57. 7-9. Além do louvor, podemos observar que outra reação de Davi foi a ação de graças. Ele só tinha a agradecer, pois, sabia que Deus estava no controle de tudo.

Reflexão: Está enfrentando batalha? Entregue sua batalha a Deus, o seu Comandante; Clame ao Senhor, diga a ele do seu sofrimento, da sua necessidade. Diga a ele que você sabe que ele pode todas as coisas e que tem certeza que virá em seu auxílio; Louve ao Senhor! Abra seus lábios e cante louvores ao Deus Altíssimo! Demonstre que seu coração está firme; E, finalmente, demonstre gratidão ao Autor da vida, na certeza de que Ele está agindo em seu favor e, que dessa batalha algo muito bom sairá para sua vida. Memorize este versículo: “Eles não o derrotarão, pois eu estarei ao seu lado para protegê-lo. Eu o Senhor, falei”. Jeremias 1 .19. Creia nisso!

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...