Escrito por Enilda Falcão Lins    Sáb, 06 de Abril de 2013 15:21
PDF
Aprendendo Com A Águia
Tamanho da Fonte

Isaias 40. 27-31.

Mas os que confiam no Senhor recebem sempre novas forças. Voam nas alturas como águias, correm e não perdem as forças, andam e não se cansam”. V. 10.

Certo dia estava lendo um livro em que o autor contava sobre a águia que passa por um processo periódico de renovação. De sete em sete anos acontece essa mudança, nos seu bico, sua garras e penas. Quando chega seu momento, ela voa para um lugar bem alto e protegido, numa montanha, onde nada irá atrapalhar e perturbar o processo de renovação. Ela tem que ficar lá por um bom tempo. Quando já está acomodada, a primeira coisa que ela faz é com o seu forte bico arrancar todas as penas de suas asas. Depois ela passa a arrancar suas temíveis garras, que usou tantas vezes para pegar seu alimento. Agora só resta à águia uma única coisa forte em si, o bico, e esse, logo ela começa a esfregá-lo em uma rocha pontiaguda, até que o bico fica reduzido a quase nada, depois, fica apenas um grande buraco no lugar do bico. Agora, sem suas fortes asas, poderosas garras e, terrível bico, ela se transforma em uma águia rendida, indefesa e inofensiva. Fica agora quebrantada, esperando no Senhor. Aguardando com paciência que o bondoso Criador renove cada instrumento forte que possui. Depois de um bom tempo de espera, algo novo acontece: Novas penas começam a surgir substituindo as velhas que foram arrancadas, pois já estavam velhas e gastas; novas garras estão brotando, maiores e mais resistentes, pois, as outras já estavam defeituosas pelo uso; começa a surgir um novo bico, melhor do que o velho que até já estava rachado devido às durezas dos alimentos e pancadas nas rochas.

Através desta ilustração observamos que enquanto as águias esperam em Deus seu Criador, elas são renovadas. Por elas próprias nada poderiam fazer para que esse belo processo de mudança acontecesse. Terminado todo esse período de espera, então a águia está pronta para alçar seus vôos altaneiros com mais velocidade ainda. Por sua renúncia, por ter permitido que o Criador a renovasse, por sua submissão a ele e, por sua paciência na espera, a águia recebeu novas forças. Sente-se revigorada, cheia de ânimo para continuar a voar, a lutar, a se defender.

Assim acontece conosco! Quantas vezes nos sentimos fracos, derrotados, sem ânimo, sem perspectivas na vida! Parece que a derrota chegou para ficar... Mas, quando lemos na Palavra de Deus esta passagem tão preciosa, nos enchemos de ânimo, de certeza, de esperança de que o dia da vitória chegará, que o Senhor nos dará um renovo. Nova visão, nova disposição, novas forças para continuar a caminhada, sempre com os olhos da fé focados no Deus Altíssimo. “OS QUE ESPERAM NO SENHOR RENOVARÃO AS SUAS FORÇAS...” 

Reflexão: Que possamos a exemplo da águia, nos submeter a períodos de calmarias, de repouso no Senhor. Paremos de lutar por nós mesmos, paremos de andar tropeçando pelo cansaço e procuremos a presença do Senhor e nele esperemos. Deixemos que ele nos vá renovando a cada dia. Desistamos de lutar por nós mesmos e dependamos apenas do Senhor. “Mas os que confiam no Senhor recebem sempre novas forças. Voam nas alturas como águias, correm e não perdem as forças, andam e não se cansam”

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...