Escrito por Enilda Falcão Lins    Seg, 21 de Maio de 2012 13:30
PDF
Jesus Intercede por Nós
Tamanho da Fonte

Não peço que os tire do mundo, mas que os guardes do Maligno. Assim como eu não sou do mundo, eles também não são. Que eles sejam teus por meio da verdade; a tua mensagem é a verdade.” João 17:15-18.

Esta é a oração sacerdotal de Cristo. Já se aproximava o grande momento, quando ele teria que subir à cruz do calvário. Jesus amava de coração aqueles discípulos. Tinha uma preocupação muito grande por eles. O mais confortador, entretanto, é que Jesus não se limitou a amar os doze, mas, o seu cuidado se estendeu até nós, nos dias atuais e, ainda atingirão outras mais, até ele voltar. “Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim por intermédio da sua palavra.” V. 20. Seu reban ho não se limitava aos doze. Em João 10.16 lemos: “Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então haverá um rebanho e um pastor.”

Jesus faz duas petições em favor dos seus. A primeira é a que diz respeito quanto à libertação do Maligno. Quando ele proferiu a oração dominical, disse: “Não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.” Jesus sabia que precisaríamos do seu auxílio constante, na batalha contra o Maligno, nosso terrível adversário. Esse inimigo a todo tempo está querendo nos derrubar, e Jesus quer nos deixar bem claro que a vitória contra o Maligno só se consegue vigiando e orando. Em Mateus 26 .41 ele adverte: “Vigiai e orai para que não entres em tentação; o espírito na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.” Também essas tentações pelas quais o crente passa põe a sua fé e lealdade à prova. Mas, Jesus estará sempre ao nosso lado, zelando por nós e nos dando forças para vencê-las. Também está assentado à direita de Deus intercedendo por nós. Em I Coríntios 10.13 lemos: “As tentações que vocês têm de enfrentar são as mesmas que os outros enfrentam; mas Deus cumpre a sua promessa e não deixará que vocês sofram tentações que vocês não têm forças para suportar. Quando uma tentação vier, Deus dará forças a vocês para suportá-la, e assim vocês poderão sair dela.” Entretanto é bom que fique bem claro que a vitória só se alcança com vigilância e oração.

A segunda petição foi sobre a consagração. “Santificai-vos na verdade”. Deus quer que a cada dia nos santifiquemos mais. “Sede santos porque eu sou santo” é a ordem de Deus para seu povo. E não pode ser diferente. Os habitantes do Reino de Deus devem se parecer com o seu líder. O próprio Jesus ressaltou na sua oração que “Assim como eu não sou do mundo, eles também não são.” (v.17). Nosso padrão de comportamento difere do padrão do mundo. Nosso linguajar é diferente, nossa maneira de proceder é diferente, nossos hábitos são diferentes. Em Romanos 12:2 Paulo exorta: “Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.” É através de uma vida de oração e de leitura da Palavra de Deus, com estudo e meditação, que conseguimos uma vida cada vez maior de santificação. “Santifica-o na verdade. A tua palavra é a verdade”.

Reflexão: Que possamos encontrar tempo no nosso dia para um momento de leitura da Palavra de Deus, de meditação e oração e, que possamos estar vigilantes, pois o Maligno, nosso maior inimigo, quer ver a nossa derrota. Não esqueçamos que Jesus está sempre intercedendo por nós! Amém!

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...