Escrito por Enilda Falcão Lins    Sáb, 07 de Abril de 2012 14:34
PDF
O Verdadeiro Amor
Tamanho da Fonte

Romanos 12 . 9-21.

Que o amor de vocês não seja fingido. Odeiem o mal e sigam o que é bom. Amem uns aos outros com o amor de irmãos em Cristo e se esforcem para tratar uns após outros com respeito.”Vs. 9-10.

No texto da meditação de hoje, Paulo recomenda que cultivemos várias virtudes, mas, a que vem em primeiro lugar é o amor. Sim, porque o amor é a primeira manifestação de uma vida que passa pelo processo do novo nascimento. Em I João 4.7-8, lemos: “Queridos amigos, amemos uns aos outros porque o amor vem de Deus. Quem ama é filho de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não o conhece, pois Deus é amor.” Também podemos observar que a primeir a característica do fruto do Espírito em Gálatas 5.22, é o amor. Em I Coríntios 13 também iremos notar que dentre os dons do Espírito Santo, o amor é o maior deles. Em Colossenses 3 .14 Paulo dá ênfase à virtude do amor, pois ele “é o vínculo da perfeição”.

Quando o apóstolo Paulo nos exorta para que o nosso amor seja sem hipocrisia, ele quer dizer que nós não devemos fingir amar as pessoas, e sim amá-las de verdade. Ninguém pode passar o tempo todo fingindo que ama alguém, pois, mais cedo ou mais tarde se cansará de representar o que não é. O amor genuíno ele é duradouro. “Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.” I Coríntios 1 3. 4-7.

Esse é o verdadeiro amor! Se fomos realmente regenerados e, se estamos cheios do Espírito Santo, sem dúvida alguma o amor será uma realidade constante em nossa vida. Quantas oportunidades temos no dia a dia de demonstrar amor a alguém! Várias. Podemos fazê-lo através de uma visita, de uma palavra de carinho, um simples telefonema, um e-mail, um copo de água oferecido ao sedento, um pequeno presente, oferecendo atenção e ajuda a alguém, etc. O amor é, acima de tudo, a doação de si mesmo. “Amem-se uns aos outros com amor fraternal”, exorta-nos o apóstolo Paulo. Jesus, o nosso Mestre, nos deixou a seguinte ordem: “Ame o Senhor seu Deus, com todo o coração, com toda a alma e com toda a mente” e “Ame os outros como você ama a você mesmo.” – Mateus 22 .37,39. Santo Agostinho falando sobre o amor, disse: “A medida do amor é amar sem medida”.

Reflexão: “Quem ama o seu irmão permanece na luz, e nele não há causa de tropeço”. I João 2.10. Que Deus nos ajude a desenvolver a cada dia a virtude do amor, e que não poupemos amor aos que necessitam. Hoje é o momento de mostramos mais amor pelos nossos entes queridos, por nossos vizinhos, nossos irmãos em Cristo, por nossa comunidade, enfim, por nosso próximo.









 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...