Escrito por Enilda Falcão Lins    Qua, 28 de Março de 2012 14:17
PDF
Adorador ou Esquenta Banco?
Tamanho da Fonte

I Coríntios 15. 58.

Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundante na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” I Coríntios 15:58.

Observando o comportamento dos irmãos que congregam nas igrejas, tenho notado com certa tristeza, que muitos são do tipo que podemos classificar de “esquenta banco”. Aos domingos vão à igreja “assistir aos cultos”, cantam, oram, conversam, falam da vida dos outros, criticam o culto, o pastor, os diáconos, e, no término do culto vão embora para suas casas, com uma falsa convicção que cumpriram suas obrigações religiosas, sim, religiosas, pois para a igreja foram apenas para aliviar suas consciências.

Sabemos que o comportamento do verdadeiro adorador de Deus é diferente. Primeiro, ele vai ao templo, não para “assistir ao culto”, mas, para prestar culto a Deus. Ele é participante ativo do culto. Comporta-se dignamente no santuário. Sente o que canta. Lê a Bíblia, aproveitando tudo que dela emana para sua edificação. Está ali em espírito de oração. É edificado pela palavra pregada. É um colaborador do Ministério. Envolve-se, participa e não tem prazer em criticar os irmãos, o ministério.

Paulo nos exorta com veemência: “Sede firmes e constantes ...” Vivemos tempos difíceis e, provavelmente aquele que está profeticamente escrito em Mateus 24:12 , que diz: “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos.” Então Jesus conclui dizendo: “Aquele, porém, que perseverar  até o fim, esse será salvo”.

Ainda o apóstolo Paulo nos adverte: “Sede ... sempre abundantes na obra do Senhor ...” Abundância nos dá a idéia de plenitude, de enchimento. O que ele que dizer é que devemos ser atuantes, envolvidos de forma plena, na obra do Senhor. Chega de comodismo! Chega de braços cruzados! Vamos arregaçar nossas mangas e participar da obra do Senhor com amor, com alegria e dedicação.

Finalmente ele enfatiza: “sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” Recebemos do Senhor a recompensa, ainda em vida aqui na terra. Seremos por Ele abençoados em todos os aspectos: em nossas famílias, no nosso trabalho, em tudo que fizermos e, por onde passarmos, e ainda espalharemos a doce fragrância de Cristo, seu perfume agradável que será sentido por todos que convivem conosco.

Reflexão: Pai Querido, eu quero ser envolvido e participante na Tua obra, com minha vida, com oração, com meus dízimos, com o meu serviço. Me desperta, Senhor, do sono e, ajuda-me a ser “firme e constante, sempre abundante na Tua obra.” Em nome de Jesus, amém!


 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...