Escrito por Enilda Falcão Lins    Qui, 26 de Maio de 2011 10:52
PDF
Cinco Passos Para Alcançar a Vitória
Tamanho da Fonte

II Crônicas 20. 1-27.

“Logo que começaram a cantar, o Senhor Deus causou confusão entre os moabitas, os amonitas e os edomitas, e eles foram derrotados”. (v. 22).

Eis uma bela história que retrata o amor e cuidado de Deus para com o seu povo, a sua fidelidade e misericórdia para com seus servos. Deus tem um cuidado muito especial com os seus filhos. Em Salmos 17 .8 lemos: “Guarda-me como a menina do olho; esconde-me debaixo da sombra das tuas asas.” Que lindo, não é? Que consolo!

Josias havia sido informado que grandes inimigos estavam a caminho para destruir o povo de Judá. Eram inimigos poderosos e, Judá não possuía recursos suficientes para combater os amonitas, nem os moabitas. Em outra ocasião Deus havia livrado seu povo das mãos desses inimigos quando eles passavam pelo deserto, mas, agora a ameaça era mais terrível ainda, pois, tratava-se de uma grande multidão e, já se encontravam perto.

Há ocasiões em que nós também nos encontramos diante de inimigos terríveis. São problemas tão grandes que nos apavoramos e sentimos que não temos recursos para vencê-los sozinhos. O que Deus requer dos seus filhos em momentos desses?

1 – Tal qual Josafá, devemos pedir o socorro a Deus. Apenas entregando a frente, o comando da batalha a Jesus, nosso Comandante, é que teremos a certeza da vitória. O Versículo 3 e 4 do texto em meditação nos diz: “Josafá ficou com medo e orou a Deus, o Senhor, pedindo socorro. Depois deu ordem para que todo o povo jejuasse. Todos se reuniram para pedir socorro ao Senhor.” Reconheceu Josafá a sua impotência e do povo para sozinhos vencerem a tão dura batalha. O jejum simbolizava o quebrantamento diante do Senhor e, Deus ouve as orações dos seus servos quando se humilham e se quebrantam diante dele.

2 – Deus quer que olhemos apenas para Ele. No versículo 12, Josafá disse: “Não sabemos o que fazer e olhamos para ti pedindo socorro!” Era o que aquele povo deveria fazer: Olhar apenas para o Senhor. Quando enfrentamos duras batalhas na vida, devemos olhar apenas para Jesus, a quem já entregamos o comando da mesma. Quando entregamos temos que descansar nele, em gesto de total confiança.

3 – Deus requer de seus servos coragem e confiança absoluta. Em I Pedro 5.7 lemos: ”Entreguem todas as suas preocupações a Deus, pois ele cuida de vocês.” Quando entregamos ao Senhor o comando da luta, não temos mais que ficar ansiosos, com medo, preocupados, pois “Ele tem cuidado de nós.” No versículo 15 lemos o que Deus falou para aquele povo: “Não se assustem, não fiquem com medo deste enorme exército, pois a batalha não é contra vocês, mas contra mim.” Quando entregamos nossas lutas ao Senhor, não temos mais nada a v er com a peleja. Agora ela passou a ser do senhor. Fiquemos tranqüilos e descansemos sob suas asas, como nos diz o Salmo 91.4: “Ele o cobrirá com as suas asas, e debaixo delas você estará seguro. A fidelidade de Deus o protegerá como um escudo.”

4 – Deus quer que seus filhos estejam em quietude. Não devemos ter medo da peleja porque Ele está lutando por nós. Vejamos o versículo 17: “Quando os encontrarem, vocês não precisarão lutar. Fiquem parados ali e verão como o Senhor Deus salvará vocês. ...não se assustem, nem fiquem com medo; marchem contra os inimigos amanhã, pois eu, o senhor, estarei com vocês.” Há muitos que entregam a luta ao senhor, mas querem ajudar no comando. Para a real vitória, Deus requer de nós quietude, entrega total e absoluta confiança. Eis o conselho de Josafá aos seus súditos: “Confiem no Senhor, seu Deus, e estarão seguros;” (v. 20).

5 – Finalmente, o Senhor requer de nós o louvor. Antes mesmo de vermos a vitória, o Senhor deseja que o louvemos. Essa é a fé criativa. A fé que impulsiona. É ver além do invisível. É ter a certeza da vitória. Se já entregamos nossos problemas a Ele e, agora estamos em quietude aguardando o livramento, comecemos a louvá-lo pela vitória, pois o louvor libera um grande poder. Quer a prova? Os versículos 21 e 22 nos revelam o seguinte: ”Depois de consultar o povo, Josafá ordenou que alguns cantores vestissem roupas sagradas e marchassem à frente do exército, louvando a Deus e cantando assim: “Louvem a Deus, o Senhor, porque o seu amor dura para sempre.” Logo que começaram a cantar o Senhor Deus causou confusão entre os moabitas, os amonitas e os edo mitas, e eles foram derrotados.” Conta-nos o restante do capítulo que o povo de Judá não moveu nenhuma palha sequer, pois Deus tudo fez e, ao chegarem lá, só encontraram os cadáveres. Vitória absoluta!

Reflexão: Eis aí a fórmula para que obtenhamos a vitória diante das batalhas, dos problemas, das dificuldades, dos embates da vida. Sejam eles de que espécie for que possamos seguir esses cinco passos e com certeza a vitória será certa!

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Comentários  

 
#2 Valdeni Vieira Andra 26-05-2015 10:57
Oi Enilda, suas mensagens nos fortalecem[cens ored]o também nos inspiram e nos edificam. Parabéns. O Deus ga Glória continue honrando este seu ministério. Abraços Valdeni
Citar
 
 
#1 Denise 20-10-2012 21:46
Obrigada querida,por esta palavra,uma benção.Que o Senhor continue te usando de forma poderosa.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...