Escrito por Enilda Falcão Lins    Sex, 20 de Maio de 2011 11:04
PDF
Quando Deus Muda Uma Situação
Tamanho da Fonte

I Samuel 1.9 - 18.

Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente.”(v. 10).

... assim a mulher se foi seu caminho, e o seu semblante já não era triste.” (v. 18).

Este é um exemplo de uma oração de fé. O Senhor está sentado à destra de Deus, desejoso que O busquemos e que levemos a Ele todos os nossos temores, ansiedades, aflições, tudo que se constitui sofrimento, dúvida, tudo que nos atormenta, para que possamos participar da Sua intimidade, para que possamos receber encorajamento, força, e termos nossa fé aumentada. No Salmo 54. 22 lemos: “Lança o teu cuidado sobre o Senhor, e ele te susterá; nunca permitirá que o justo seja abalado!”

Diz-nos o texto que Ana era uma mulher triste, que carregava no coração uma grande amargura: Não podia ter filho! Pelo fato de ser estéril ela era uma mulher muito infeliz. Vivia chorando, a vida para ela não tinha nenhuma motivação, nenhum colorido. Talvez Ana até sofresse de alguma enfermidade gástrica, pois a tristeza lhe corroia a alma e lhe tirava o apetite. Devia ser uma mulher tensa, de semblante cerrado, uma mulher que as pessoas não simpatizavam muito por ser tão amarga. Como era triste a vida de Ana!

Entretanto, um dia tudo mudou na vida dessa mulher. Ela tomou uma decisão e passou a ter novas atitudes. Resolveu entregar todo o seu problema nas mãos do Senhor. Certo dia ela foi ao templo e lá, num momento em que só tinha Eli presente, ela abriu seu coração a Deus e fez um grande desabafo. Diz-nos o v. 10 que ela “com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente.” Ela agora buscou a pessoa certa, que poderia trazer uma solução para o seu problema. Contou toda sua aflição a Deus e, suplicou a Ele que lhe desse um filho. Depois que se derramou diante do Senhor, Ana não ficou mais pelos cantos chorando, nem murmurando a sua sorte, tão pouco o seu coração ficou cheio de amargura. Uma coisa diferente havia acontecido. Os seus olhos agora brilhavam, seus lábios começaram a esboçar um sorriso, e uma grande paz reinou em seu coração.

O que teria acontecido? Ana havia feito uma simples, porém poderosa oração de fé e tomou posse da bênção! Ela cria que Deus havia escutado a sua oração e já contava com a resposta. Diz-nos a história que depois disso tudo, “Ana comeu e o seu semblante já não era mais triste”. E realmente Deus ouvira a oração da sua serva. Ao chegar em casa, Ana teve uma bela noite de amor com seu esposo e não deu outra: Ana ficou grávida do seu querido filho Samuel!

Reflexão: Se você está carregando em seu coração uma amargura, se está em aflição, passando por grandes problemas, siga o exemplo de Ana, que confiou totalmente no Senhor, descansou nele e tomou posse da bênção. Lance todos os seus problemas para Ele. “Entreguem todas as suas preocupações a Deus, pois ele cuida de vocês.” (I Pedro 5.7).

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...