Escrito por Enilda Falcão Lins    Dom, 08 de Maio de 2011 10:28
PDF
JESUS, Nosso Exemplo Perfeito
Tamanho da Fonte

Hebreus 12 .

Pensem no sofrimento dele e como suportou com paciência o ódio dos pecadores. Assim, vocês, não desanimem, nem desistam.” V. 3.

Quando Jesus nos convidou a “entrar pela porta estreita”, ele também enfatizou o seguinte: “... estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida e poucos há que a encontram” – Mateus 7 .14. Ele não nos enganou, não nos iludiu dizendo que o nosso caminho como seus seguidores seria fácil, cheio de flores, sem problemas. Muito pelo contrário, nos alertou diversas vezes das dificuldades que enfrentaríamos, das aflições, desamor, das incompreensões.

Em João 16.33, Ele nos conforta com as seguintes palavras: “Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo”. É uma honra participarmos dos sofrimentos de Cristo. Quando injustamente somos perseguidos, injuriados, caluniados, nos sentimos desanimados, entristecidos, mas, se pararmos para pensar que muito mais Jesus sofreu por nós, logo passamos a sentir o consolo em nosso coração.

O texto em foco de hoje diz: “Pensem no sofrimento dele e como suportou com paciência o ódio dos pecadores. Assim, vocês, não desanimem, nem desistam.” V. 3. A oposição foi tão grande que o levou à morte de cruz, e Ele com tanto amor por nós, e com um gesto de submissão e obediência ao Pai, tudo suportou calado, e “como ovelha muda foi levado ao matadouro”. Em Isaias 53.7 lemos: “Ele foi oprimido, mas não abriu a sua boca, como um cordeiro foi levado ao matadouro, e, como a ovelha muda perante os seus tosquiadores não abriu a sua boca”.

O texto em meditação também nos exorta a olharmos apenas para Jesus e a considerar o seu exemplo de vida, se não quisermos ficar cansados na caminhada cristã. Vejamos também I Pedro 2. 21-23 que diz: “Porque para isto sois chamados, pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigamos as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. O qual quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente”.

Muitos crentes estão parando e sentando na beira do caminho, cansados, prestes a desmaiar, porque estão olhando para alvos errados, alvos humanos. Não podemos parar em nossa caminhada cristã, mas “corramos com perseverança a carreira que nos está proposta”. Mesmo que tenhamos de suportar grandes sofrimentos e perseguições, fiquemos alegres pelo fato de “sermos participantes das aflições de Cristo”.

Reflexão: Apenas olhando para Jesus, desenvolvendo a cada dia a nossa comunhão íntima com Ele, é que podemos obter forças para prosseguir nessa caminhada tão difícil, mas que tem um final feliz! “Aquele que conseguirem a vitória receberão de mim este presente: eu serei o Deus deles, e eles serão meus filhos”. Vamos olhar apenas para Jesus e prosseguir firmes até chegarmos à Nova Jerusalém, onde ficaremos com Ele eternamente.

 

 

Enilda Falcão Lins

Enilda LinsDrª.Enilda Lins, esposa do Pr. Isaías Andrade Lins Filho há 48 anos. Mãe de 3 (três) filhos, avó de 6(seis) netos. É Bacharel em Direito, advoga, é especialista na área de Direito de Familia, sendo Membro Efetivo do Instituto Brasileiro de Direito de Familia - IBDFAM.

Exercendo a advocacia há mais de trinta anos, a dra. Enilda Lins já exerceu diversas atividades no Serviço Público Municipal e também no Serviço Público Federal. Escritora de diversos artigos publicados em revistas e sites de cunho evangélico.


Autor deste Artigo: Enilda Falcão Lins

Exibir outros Artigos deste Autor

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Arquivos Recentes

Planejamento 2014 Download

Login Form

Informe seus dados de acesso

Esqueceu sua senha? Registrar-se

Siga também...